Quiropraxia Dra Cleite Fernandes

Especialista Saúde do Trabalhador Acupuntura Ortopedica e Aurículo Sua Coluna Ajustada, saúde plena

Relação entre Doenças sistêmicas e Subluxações Vertebrais

image post

 As Autópsias de Winsor

Em 1921 Henry Winsor, um médico da Pennsylvania-EUA, resolveu estudar se o que os quiropraxistas afirmavam era verdadeiro: “Quiropraxistas afirmam que ao ajustar uma vértebra, podem aliviar problemas de estomago. Ao ajustar outra, problemas de tireóide, rim, constipação, coração e pulmão podem ser resolvidos- mas como?” O estudo ficou conhecido com As Autópsias de Winsor. Ele Escreveu: O objetivo dessas necropsias (dissecações) é determinar se existe alguma conexão entre pequenas curvaturas da coluna vertebral e órgãos acometidos de doenças; ou se ambos são inteiramente independentes um do outro. Com a permissão da Universidade de Pennsylvania Dr. Winsor realizou seu experimento. Numa série de três estudos, ele dissecou um total de 75 cadáveres humanos e 22 de gatos. Os resultados foram:

221 estruturas (órgãos) além da coluna foram encontradas com patologia. Destas 212 pertenciam ao mesmo feixe de nervos simpáticos aos das vértebras em curvatura. Nove órgãos doentes pertenciam a feixes simpáticos diferentes aos das vértebras desalinhadas. Esses números não podem simplesmente representar uma coincidência... pois um órgão pode receber filamentos simpáticos de diversos segmentos vertebrais e diversos órgãos podem ser supridos com os filamentos simpáticos do mesmo segmento vertebral. O estudo mostrou quase 100% de correlação entre “pequenas curvaturas” (desalinhamentos) da coluna e doenças dos órgãos internos. Alguns desses achados estão listados a seguir:

Doenças de Estômago: Todos os 9 casos de doença no estomago apresentavam desalinhamento na região torácica entre T5 e T9.

Doenças Pulmonares: Todos os 26 casos de doença pulmonar tinham desalinhamentos vertebrais na região torácica alta.

Doenças  no Fígado: Todos os 13 casos de doença no fígado tinham desalinhamentos entre T5 e T9.

Cálculo Vesicular: Todos os 5 cadáveres com pedras na vesícula tinham também desalinhamentos na torácica entre T5 e T9.

Pâncreas:Todos os 3 casos de doença do pâncreas tinham desalinhamentos vertebrais entre T5 e T9.

Baço:Todos os 11 casos de doenças no baço tinham desalinhamento entre T5 e T9.

Rim:Todos os 11 casos de doenças dos rins apresentavam desalinhamentos de vértebras na região torácica baixa, entre T10 e T12..

Próstata e Bexiga: Todos os 8 casos com doença de próstata e de bexiga tinham desalinhamentos  entre L1 e L3.

Doenças no Útero: Os dois casos encontrados com problemas uterinos tinham a segunda vértebra lombar desalinhada.

Doenças do Coração: Todos os 20 casos com problemas de coração e pericárdio tinham desalinhamentos vertebrais entre T1 e T5.

Esses resultados foram publicados no Medical Times e podem ser encontrados até hoje. Winsor não foi o único a estudar este campo das doenças somato-viscerais, que é hoje uma área fascinante da medicina que atrai muitos estudiosos. Muitos outros estudos obtiveram achados similares a este, comprovando a teoria e a eficácia da quiropraxia. Apesar de muitos profissionais de saúde aparentemente desconhecerem ou ignorarem a relação entre a coluna vertebral e a patogênese de órgãos internos, a literatura é riquíssima em informações que comprovam esta relação. Sabemos que a saúde da coluna é essencial para o bom funcionamento dos nervos e consequentemente para o bom funcionamento dos órgãos. Hipócrates, o pai da medicina, disse: “olhe bem para a coluna para encontrar a causa da doença.”

Entre em contato

Telefone: (51) 3588 41 20
Endereço: Rua Ida Roth, 84
São Leopoldo , Rio Grande do Sul
contato@quiropraxiasaoleopoldo.com.br

Encontre-nos